• renovacon

Como montar uma clínica de saúde


Uma clínica de saúde é uma empresa voltada a prestação de serviços e atividades relacionadas a saúde, que podem ser: odontologia, medicina, fisioterapia, nutrição, psicologia, fonoaudiologia, exames etc, ou uma integração entre elas.


Com isso abre-se espaço para a atuação empreendedora nos serviços de saúde através dos mais diversos modelos de clínicas de saúde, podendo abranger diferentes especialidades. Estes estabelecimentos podem oferecer atendimento com internação, sem internação ou de apoio à diagnose e terapia. O setor privado predomina nos estabelecimentos com internação e de apoio à diagnose e terapia.





Em relação aos pequenos empreendimentos é notável a especialização, isto é, o atendimento em apenas uma ou algumas áreas relacionadas da medicina, nutrição, fisioterapia etc.

As perspectivas não são modestas para um negócio no ramo de clínicas de saúde, por se tratar de um bem de primeira necessidade, com nichos extremamente fechados, abrindo oportunidades para aqueles que conseguem agregar valor e se diferenciar por especialidade.


Os investimentos são altos devido ao elevado valor dos equipamentos. Dependendo da especialidade pode-se conseguir um lugar único no mercado, mas também existe o risco de forte concorrência, como no exemplo dos consultórios odontológicos.


Os rendimentos de uma clínica advêm diretamente das famílias, consumidores finais dos serviços de saúde, ou através dos convênios com planos e seguradoras de saúde.

Devido às falhas do sistema público de saúde do Brasil e aos altos preços dos planos de saúde, um novo modelo de negócio tem emergido nesse cenário: são as chamadas clínicas populares que são conhecidas por oferecerem um serviço privado a um preço acessível.

Elas se tornaram uma alternativa para o empreendedor que planeja investir em um novo nicho de mercado, para atender a população que está insatisfeita com o serviço prestado pelo Estado por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e não tem condições de arcar com altos custos de um plano de saúde. Esse modelo é resultado da busca contínua de alternativas economicamente viáveis para cuidar de sua saúde.

Segundo o balanço realizado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), mais de 133 mil vínculos com planos de saúde médico-hospitalares foram rompidos no período entre julho de 2018 e julho de 2019. Isso representa uma queda de 0,3%.O setor passou a atender 46,99 milhões de beneficiários, sendo a primeira vez, desde março de 2012, que as Operadoras de Planos de Saúde contam com menos de 47 milhões de vínculos.

Por este motivo, para quem não pode contar mais com o plano de saúde, seja por tê-lo perdido junto com o emprego, nos casos de planos empresariais, ou por não conseguir mais pagar devido aos altos valores, uma das saídas encontradas tem sido a busca por clínicas populares. Neste contexto, as clínicas populares são uma oportunidade para aqueles que desejam empreender na área de saúde. Contudo, os serviços oferecidos deverão ser limitados a atos e procedimentos reconhecidos pelo Conselho Federal de Medicina.

Esse modelo de negócio possui um interessante diferencial: a maioria dos pacientes paga diretamente à Clínica pelos serviços prestados.


Outra característica deste modelo é a mudança do perfil de quem procura esse tipo serviço. Se antigamente as clínicas populares tinham como seus principais clientes a população das classes C e D, atualmente, a classe média também corresponde a uma parcela importante dos atendimentos.

A classe média tradicional é um público mais atento à sua saúde e consequentemente busca mais atendimentos preventivos e isso se reflete no mapa de localização destes estabelecimentos. Desta forma, embora as clínicas populares tenham a sua base nas periferias, elas também vêm conquistando espaço em regiões cujo poder aquisitivo é maior.

Um outro diferencial deste modelo de negócio é possibilitar ao paciente, em um mesmo lugar, se consultar pagando um menor valor pelas consultas e realizar exames com preços acessíveis.

Além disso, sendo um mercado em plena expansão e com modelo de atendimento sem intermédio de plano de saúde, tem atraído muitos médicos descontentes com seus ganhos por meio de atendimentos realizados via planos de Saúde, o que acaba possibilitando a formação de equipes competentes. .

As clínicas populares consistem em um modelo em expansão, em todo caso, o ramo de clínicas de saúde é vasto e há várias outras possibilidades que podem ser exploradas de forma bastante lucrativa. Há possibilidade de atuar em segmentos voltados não somente à saúde tradicional, mas também voltado a estética, clínicas de nutrição, condicionamento físico, reeducação alimentar, pilates, entre outros, e até mesmo uma junção destas atividades. Outro modelo de empreendimento que pode ser explorado é aquele voltado ao atendimento à terceira idade.


Dúvidas? Conte com uma contabilidade consultiva para a sua empresa, será um prazer te atender! 📲 (67) 9 9239-6229

😎 Renovacon Ajuda Você!



Fonte: Sebra.

Foto: Freepik.

0 visualização0 comentário